21 de mai de 2012


Ainda posso sentir. Eu esperava o que não poderia ter e ninguém seria capaz de me impedir. É meio que inconsciente a forma como acabamos desejando as coisas. Tudo acaba parecendo tão real que a própria realidade deixa de existir. Não sabemos o que nos faz pensar que tudo pode ser verdade. Fazemos de tudo pra esquecer. Sempre existem coisas novas pra sentir quando a gente se permite isso. E não desistimos, nunca.

Nenhum comentário:

Postar um comentário