18 de out de 2011



É estranho, mais eu ainda me lembro do seu primeiros ”oi” como se fosse ontem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário